SONHOS: PRODUÇÕES PSÍQUICAS

Produções é algo que desde nossa mais primitiva idade gestacional estamos a fazer. Quando ainda embriões, nosso corpo começa a produzir coisas para a “autossustentação” o que, porém, não significa que já somos ou seremos um dia autossustentáveis em tudo. Então, podemos inferir que produzir (na extensão mais ampla da palavra) é a mais primitiva necessidade humana, como também a mais importante.

No mundo, nós lidamos com incontáveis produções, pois, além de nossas próprias produções, existem as produções das outras pessoas em formato coletivo e individual. A natureza, o universo e tudo mais que possa existir além deste é constituído, vendo por um prisma humano, por produções.

Diante de tudo que vimos até aqui, percebemos que produzir é uma ação intrínseca no homem, pois este produz sempre coisas de modo consciente ou de modo inconscientemente. Os sonhos, que é o tema principal deste escrito, revelam, em muitos casos, mas não em todos, produtos (em símbolos) dos quais não são, sem a ajuda especializada, decifráveis.

Freud, fundador da Psicanálise, escreve especificamente sobre os sonhos em uma de suas obras denominada: “Interpretação dos Sonhos”. Ele em uma de suas abordagens trata o sonho como uma produção “simples” entre organismo biológico e psicológico, em que diz que às vezes um sonho é apenas um sonho, mas ele trata de uma outra dimensão dos sonhos que, em simples palavras, é a subida dos conteúdos recalcados inconsciente para o “espaço” do consciente, porém esses conteúdos vem como em códigos que necessitam ser decifrados, mas não existe uma tabela de deciframento, pois para decifrar, ou melhor, decodificar é necessário uma estrutura que pede a colaboração de quem sonhou e do analista, isso dentro do método psicanalítico (tratamento psicanalítico).

Mas o ponto central que queremos dizer, aqui, é que os sonhos não devem ser encarados como nossos inimigos, pois mesmo os pesadelos podem nos ajudar a resolver algo que está inadequado em nossa vida psíquica. Quanto mais “técnico” é o modo que lhe damos com os sonhos e, assim, menos místicos, mais a probabilidade de tirarmos grande aproveito dessas produções psíquica e orgânica biológica, que são os sonhos.

Por: Edson Carlos de Sena – Psicanalista

Faça o primeiro comentário a "SONHOS: PRODUÇÕES PSÍQUICAS"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*


Follow by Email
Facebook
PINTEREST